• Receita de cuscuz marroquino

    by  • 12/03/2009 • Receitas, Saúde • 17 Comments

    Aprendi a receita de cuscuz marroquino no sábado, com a Letícia da Cozinha da Matilde, durante o LuluzinhaCamp 4.0.  Hoje quis fazer um jantar especial para o Cauê, já que é sempre ele que cozinha. Servi o cuscuz com medalhões de filet mignon (grelhados no meu novíssimo George Foremann Grill). Deu super certo! E quase não dá trabalho. Ficou pronto em 15 minutos. (Veja a mesma receita escrita de modo poético no blog Marmita da Deh).

    Grills elétricos a partir de R$ 39,90

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    Ingredientes

    • 1 xícara (chá) de grãos de sêmola (cuscuz marroquino)*
    • 3 colheres (sopa) de manteiga
    • 1 pimentas dedo-de-moça picadas em tiras finas sem semente
    • 1 colheres (chá) de sal
    • 3 colheres (sopa) de de amêndoas picadas grosseiramente
    • Uma pitada de tomilho
    • Uma pitada de pimenta-do-reino
    • Azeite

    Utensílios

    • Bacia redonda
    • Xícara
    • Colher (sopa e chá)
    • Caçarola (panela grande)
    • Chaleira
    • Colher de pau
    • Pano de prato
    • Faca


    Modo de preparo

    • Pique a pimenta dedo-de-moça e tire as sementes (senão ficará muito picante)  e triture as amêndoas. Reserve.
    • Aqueça a água na chaleira. Misture na bacia 1 xícara de sêmola (cuscuz marroquinho) e 1 xícara de água quente (não precisa ferver), cubra com um pano de prato e reserve por 5 minutos.
    • Coloque a manteiga na frigideira e leve ao fogo médio. Espere derreter pela metade e acrescente as amêndoas, as tiras de pimenta dedo-de-moça e os ramos de tomilho. Deixe refogar.
    • Volte à bacia. A sêmola deve ter absorvido toda a água (parece um arroz recém-feito). Com a ajuda da colher de pau, solte os grãos de sêmola gentilmente e misture-os ao tempero na frigideira, mexendo sempre.
    • Regue com um fiozinho de azeite, acrescente o sal e a pimenta-do reino. Sirva quente.


    *Onde comprar cuscuz marroquino (grãos de sêmola de trigo)

    Pela internet:

    – Pão de Açúcar
    R$ 15,76 a caixa com 500g

    Na Zona Cerealista (próxima ao Mercadão):

    – Empório Roots (Zona Cerealista)
    R$ 9,20 a caixa com 500g
    Av. Mercúrio, 222 – Brás
    São Paulo – SP

    About

    Já queimei arroz, mas hoje faço o melhor molho à bolonhesa da cidade!

    17 Responses to Receita de cuscuz marroquino

    1. Eliana
      13/03/2009 at 1:23 pm

      PARABÉNS !

      COMEÇOU BEM A SUA VIDA DE CASADA EIN?

      QUE DEUS ABENÇOE MUITO A VIDA DO CAUÊ!

      ADOREI A LOUÇA VERMELHINHA COMBINANDO COM OS PRATOS

    2. Eliana
      13/03/2009 at 1:29 pm

      QUER DIZER A LOUÇA COMBINANDO COM O JOGO AMERICANO

    3. 13/03/2009 at 5:17 pm

      hummmmmm parece bem gostoso.

    4. Laura
      15/03/2009 at 2:00 pm

      quando vc vai responder o e-mail que eu te mandei mil anos atras hein?!?!?!?!tá me devendo um almoço!!!!

    5. Larissa
      15/03/2009 at 3:18 pm

      Onde moro -Paraíba – cuscuz é tradição, mas como esse nunca vi!

      Parece ótimo.. Mas conta a verdade… Toda recém casada faz uma comidinha sem sal, ou super picante.. Diz aí teus erros de “recém prendada”.

      beijoss e felicidades

    6. 16/03/2009 at 9:59 am

      Parece ficar uma delicia!
      Vou anotar a receita e fazer pro meu noivinho!!!!!
      Bjusss e uma ótima semana!

    7. Renata
      27/03/2009 at 12:21 am

      Eu quero! Adoro! bjs

    8. Renata
      27/03/2009 at 12:37 am

      Aqui vai um poema LINDO da Adélia Prado para você, para todas as noivinhas e casadinhas, recem e de anos a fio. Beijinho da madrinha

      Casamento
      Adélia Prado

      Há mulheres que dizem:
      Meu marido, se quiser pescar, pesque,
      mas que limpe os peixes.
      Eu não. A qualquer hora da noite me levanto,
      ajudo a escamar, abrir, retalhar e salgar.
      É tão bom, só a gente sozinhos na cozinha,
      de vez em quando os cotovelos se esbarram,
      ele fala coisas como “este foi difícil”
      “prateou no ar dando rabanadas”
      e faz o gesto com a mão.
      O silêncio de quando nos vimos a primeira vez
      atravessa a cozinha como um rio profundo.
      Por fim, os peixes na travessa,
      vamos dormir.
      Coisas prateadas espocam:
      somos noivo e noiva.

      Texto extraído do livro “Adélia Prado – Poesia Reunida”, Ed. Siciliano – São Paulo, 1991, pág. 252.

      Saiba mais sobre Adélia Prado e sua obra em “Biografias”.

      http://www.releituras.com/aprado_casamento.asp

    9. luic
      20/08/2009 at 10:09 am

      Não sei se entrei numa página que era só pra mulheres…. em todo caso…
      Cíntia,
      eu estava a procura de receitas de cuscuz, prá tentar relembrar aqueles que minha mãe fazia e resolvi dar uma olhada na sua receita marroquina. Eu às vezes preparava o cuscuz de trigo, mas só com manteiga ou azeite; vou tentar esta receita qualquer hora. Só por levar pimenta (no cuscuz…) já sei que vai ficar bom….

      Renata,
      a poesia que voce postou é fantástica; e até podia ter outro nome: amor. Bem, não tive tanta sorte… com o passar do tempo o leite, lamentavelmente, foi azedando. Não sei bem se a causa terá sido a menopausa, ou quem sabe, não menos plausível, terão sido os cromossomas que, por muito que tenha eu olhado, não os vi e nem antevi. Bem, mas quem sabe, essa pequena mensagem não sirva de alerta e no futuro salve algum casal de a coisa acabar mal….

      luic

    10. Adriana
      29/09/2009 at 10:25 am

      Eu estava procurando esta receita, e surpresa! acessei este blog fantastico! parabens! add ate nos meus favoritos para me deliciar as novidades do dia- dia! parabens!!
      bjus

    11. veronica
      23/01/2010 at 12:46 pm

      adorei a receita, prátca, rápida e bem saborosa! obrigada!

    12. Pingback: Recém-casada » Blog Archive » Receita fácil para impressionar no Dia das Mães

    13. Pingback: Recém-casada » Blog Archive » Receitas e cardápio para jantar do Dia dos Namorados

    14. Niziane
      10/06/2011 at 12:01 pm

      Oi! Adoro couscous marroquino! A Débora do blog “Cozinha Pequena” tem uma dica legal: ao invés de hidratar a sêmola com água e sal, ela sugere fazer com chá! Fica muito mais saboroso! Adoro as dicas do seu blog… Continue postando sempre coisas interessantes prá ajudar nessa fase rica em experiências que é o pós-casamento!

    15. Débora
      25/11/2011 at 8:49 am

      Olá!
      Adorei a receita, mas estou em dúvida:
      Grãos de sêmola é o mesmo que sêmola de milho?
      Aliás eu encontro grãos de sêmola em qualquer supermercado?

      obrigada!

    16. Pingback: Recém-casada » Blog Archive » Organização da cozinha: o truque da fita crepe para selar pacotes de alimentos

    17. Pingback: Jogo de cintura: restos viram farfalle ao molho branco | Recém-casada

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *