• Briga com vizinhos parte 5: o desfecho

    by  • 04/09/2012 • Cotidiano • 6 Comments

    Jogando a toalha

    Tava revendo os posts mais lidos do blog esses dias, e é claro que os posts das brigas com minha vizinha de baixo tavam no top five (ceis adoram um barraco, né?).  Aí, percebi que nunca contei o final da história pra vocês!

    Não muito tempo depois da trégua, ela voltou a nos pentelhar reclamando de barulho em momentos em que não tinha ninguém em casa ou estávamos dormindo.

    O desfecho veio em um dia em que meu marido encontrou a dita cuja no elevador, fazendo mudança. Fofa que só, ela aproveitou pra contar pra ele que iria se mudar porque não aguentava mais nosso barulho. Pode esse desaforo, Arnaldo?

    Claro que, por um lado, fiquei triste de não termos conseguido chegar a uma solução civilizada. Mas querem saber? Fiquei mega feliz de me livrar desse encosto. Se Deus quiser, ninguém vai me acordar às 7h numa manhã de feriado pra reclamar que estou fazendo barulho de salto!

    About

    Já queimei arroz, mas hoje faço o melhor molho à bolonhesa da cidade!

    6 Responses to Briga com vizinhos parte 5: o desfecho

    1. Angel Caroline Bombo'
      07/09/2012 at 3:12 pm

      Nossa, drástica essa mulher não?!

    2. Cíntia Costa
      07/09/2012 at 3:49 pm

      Demais, Angel! Aposto que não foi por isso que ela se mudou, mas aproveitou para fazer uma última picuinha…

    3. Raquel
      18/09/2012 at 12:13 pm

      Devem ser os espíritos…

    4. 21/09/2012 at 5:16 pm

      Você ainda é tranquila, se fosse eu ia enlouquecer essa vizinha com gritos e gemidos súbitos. Ela ia ficar sem saber se eram de verdade ou assombração. Ahhh vai caçar sapo, poxa!!!rsrs

    5. João
      12/01/2013 at 11:34 pm

      Vizinho de cima na maioria das vezes incomoda e isso é culpa da construtura, que para economizar/baratear a obra, não fez um projeto de isolamento decente. Lamentável o fato de sua vizinha se mudar por causa de ruídos.

    6. Cíntia Costa
      17/01/2013 at 2:17 pm

      Verdade, João!

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *