• Recém-casada, pero no mucho

    by  • 19/02/2014 • Casal • 8 Comments

    Nosso aniversário de casamento.

    Esse mês, nós comemoramos 5 anos de casados. ‘Cês acreditam? Gente, como passa o tempo… Parece que foi ontem que eu estava vestida de noiva no altar dizendo “sim” para meu amor. Por outro lado, parece que faz mil anos que a gente está junto…

    Bom, a má notícias para vocês leitoras é que eu oficialmente posso dizer que não sou tão recém-casada como diz o nome do blog!

    Às vezes, fico longos períodos sem postar porque não sei bem o que escrever. Vocês me vêem aqui postando receitas, dicas de decoração, coisas financeiras e tal, e me perguntam “mas e a vida de recém-casada?”. Agora eu já não consigo mais responder… Sei falar da vida de casada, sobre como a gente constrói a cada dia mais nosso amor, fortalecemos nossos laços e tudo mais. Mas também cheguei num ponto em que a nossa vida de casados é mais privada.

    E o blog, vai acabar? Não sei… Eu é que pergunto. Porque vocês que vem aqui ler meus posts são umas queridas, e de repente estão felizes com o que eu publico, mesmo que seja diferente dos primeiros anos. De repente, vocês poderia começar a colaborar também, contar as suas histórias, como está sendo o primeiro ano de casamento, os desastres domésticos, as lutas vencidas, as partes boas, ou podem mandar perguntas que eu possa tentar responder, trazer a discussão para o grupo. Que tal? Assim, vocês me ajudam a trazer de volta a essência do “recém-casada”.

    E eu vou continuar com as minhas receitinhas (quem acompanha desde o começo viu minha evolução, desde a época do pior bolo de cenoura do mundo até esse naked cake bafo que fiz outro dia) e o que mais der na telha de escrever.

    De qualquer jeito, sou grata de poder contar com vocês como leitoras e tenho o maior carinho pelo blog. Quero que sintam-se sempre em casa!

    About

    Já queimei arroz, mas hoje faço o melhor molho à bolonhesa da cidade!

    8 Responses to Recém-casada, pero no mucho

    1. 20/02/2014 at 1:19 pm

      Cintia, não seria o caso de mudar o nome do blog? Embora muita coisa passe a ser privada no casamento, há muito o que compartilhar e você é referência para muitas noivinhas.Torço para que o blog entre em uma nova fase e não acabe.
      beijo, menina

    2. 21/02/2014 at 8:02 pm

      Cintia, depois que li seu post fiquei até meio pra baixo porque seu blog foi muito interessante e útil pra mim desde que me mudei para o Brasil em 2008 depois de me casar em 2007. Aliás, tem tanta dica bacana que recomendo sempre as minhas amigas e familiares darem uma checadinha neste ou naquele post seu. Quero sugerir um “sobrenome” pro blog, já que o nome é a identidade/alma dele: Plantão de Dicas – recemcasada/plantaodedicas: O que vc acha? As melhores dicas que recebi quando me casei foram de pessoas que já tinham passado por essa experiência e naturalmente tinham um olhar amadurecido… e assim, com esta perspectiva diferente, pude tirar grandes lições que me ajudaram de maneira significativa nos meus primeiros anos como recém-casada. Esse blog não pode terminar, porque agora que somos “casadíssimas”, temos muito o que compartilhar e ainda mais o que aprender!! Estou aqui na torcida, roendo as unhas por essa nova fase do blog!!

    3. Cris
      24/02/2014 at 1:58 pm

      Ok Cintia, agora você mexeu comigo! Amo esse blog….tenho quatro anos de casada e me sinto uma recém casada, tá bom tá bom…nem tanto assim…. não mude o nome do blog PLEASE! Eu acho um mimo, sempre passo por aqui e sinto uma falta danada dos post que somem após um longo período da sua ausência, ok ok eu entendo, manter um blog não é fácil. Mas vamos lá você pediu dicas então, lá vai…
      1. ATÉ QUANDO SOMOS RECÉM CASADAS?
      2. COMO ME SINTO APÓS ANOS DE CASADA? ALGO MUDOU?
      3. O QUE EU FAZIA QUANDO TINHA MESES DE CASADA E AGORA NÃO MAIS?

      Beijos flor…e não suma :)

    4. 03/03/2014 at 2:44 pm

      Olá!
      Descobri seu blog há pouco tempo e estou amando! Leio alguns posts antigos e me identifico com eles!
      Eu móro sózinha a quase dois anos e as dúvidas, experiências e aprendizados mtas vezes são bem parecidos com o de uma recém-casada! Afinal, quando vamos morar sózinhas, estamos casando com a gente mesa! E brigamos com a máquina de lavar, com a lista de mercado, com a rotina da casa, como receber bem… Não acho que você deva párar com o blog, ou se preocupar com a prposta inicial do blog ” recém-casada”. Muitas vezes compartilhamos receitas, dicas, ideias, textos e não visualizamos a dimensão que atinge! Existem milhares de leitores aqui do outro lado da tela, aprendendo mto com vc! Beijos, Camila Duarte

    5. Juliana
      05/03/2014 at 4:46 pm

      Oi, Cintia! E se voce convidasse outras recem-casadas para escrever? Sinto que o tema tem tantas possibilidades e seria legal ouvir diferentes perspectivas. Tem gente, por exemplo, que saiu da casa dos pais e, ao casar, precisou aprender a se virar com cozinha e arrumacao da casa. Outras (mais o meu caso) sairam de casa cedo e, ao se casar, precisaram reaprender a compartilhar a vida, nao sendo mais 100% donas do tempo e mesmo do espaco! Enfim, moral da historia: o blog e super legal e deve continuar sim! Seu jeito de escrever e super legal (sigo tambem o Cintices e adoro) e com certeza ajuda muito no dia a dia das recem-casadas (posso dizer isso do alto dos meus 1 ano e 4 meses). Beijos! (PS: conheco o Rafa, seu irmao, da epoca da ABU e, no ano passado, retomei contato com ele quando a produtora dele fez um video para a empresa em que trabalho… mundo pequeno! beijos)

    6. Ketily
      05/03/2014 at 7:14 pm

      Cintia, adoro seu blog, acompanhei toda sua saga pelo casamento pois tambem era noiva, e desde então fico aqui… acho uma pena você se sentir mais desmotivada…tem tanta coisa para por na roda!
      *filhos – quando ter, quantos ter, como decidir
      ter filhos fora do Brasil?

      *o relacionamento – terrível rotina, como manter a chama, como é a divisão no dia a dia com as responsabilidades do casamento, da casa, da vida

      *sua casa, vc mostra tão pouco daí, aqui parece que tínhamos mais acesso

      *a saudade da vida no Brasil com família, como lidar, como aceitar essa situação numa boa… várias esposas acabam passando por isso, uma amiga ficou numa grande dúvida entre se mudar com o marido ou não

    7. Paloma Porto
      23/03/2014 at 7:15 pm

      Acompanho o seu blog desde o seu segundo aniversario de casamento e vejo que a essência do blog nunca foi o início do casamento e sim um carinho de compartilhar cada experiência nova da sua vida, que pudesse ensinar, fazer sonhar ou divertir. Isso você não perdeu só deixou de publicar com frequência, acredito eu que as novidades devem ter diminuído, e é normal isso! Só aproveite os seus momentos e se quiser compartilhar conosco, estaremos aqui.

    8. Naiara
      26/03/2014 at 4:10 pm

      Aaah eu adoro o seu blog! Tanto o planejando como o RC
      Comecei a planejar meu casamento quando o primeiro blog já tinha dois anos de existência, ele foi um achado no meio de toda a loucura que é PLANEJAR!
      Bem eu casei e me descasei,rsrs… mas não parei de acompanha-lo
      Sem te conhecer pessoalmente Cintia, acredito que vc é uma dessas pessoas incriveis, que a gente encontra na fila do banco e depois da experiencia e primeira conversa, agradece a vida mil vezes pela fila gigante que as uniu!! rs

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *